terça-feira, 8 de março de 2011

No carnaval

Eu desconfio de mim. Desconfio da qualidade do que escrevo. Desconfio da validade do que faço. Desconfio da maturidade do que sinto. E é por desconfiar que tento dizer melhor, tento fazer melhor, tento sentir melhor, tento ser melhor. E, mesmo tentando, estou sempre faltando, sempre longe demais.

5 comentários:

  1. Eu desconfio que ando a ficar preguiçosa enquanto você escreve cada vez melhor!
    beijo

    ResponderExcluir
  2. talvez sempre se exigindo demais.

    ResponderExcluir
  3. Desconfia porque tem humildade. Só não desconfie tanto a ponto de duvidar de si. Já bastam os críticos de cada esquina da vida. Não seja o pior deles. Não importa o quão distante esteja daquilo que julga ser a perfeição. O importante mesmo é que hoje está mais perto do que ontem. E disso não duvide, nem sequer desconfie.

    ResponderExcluir
  4. Nada a dizer além do postado por Chorik, mesmo porque não acredito em perfeição e sim no melhor que podemos dar de nós. Acredite no possível.Bjs

    ResponderExcluir
  5. Essa é a incrível observância dos cultos. Parabéns pela bela escrita!!! Continue desconfiando...rs.

    ResponderExcluir